quinta-feira, 7 de março de 2013

Reflexão

A cor da saudade

A cor da saudade

Era uma vez uma menina que tinha um pássaro encantado.
Ele era encantado por duas razões: não vivia em gaiolas, vivia solto e vinha quando queria, quando sentia saudades...
Sempre que voltava, suas penas tinham cores diferentes, as cores dos lugares por onde tinha voado.
Certa vez, voltou com penas imaculadamente brancas e contou histórias de montanhas cobertas de neve.

Outra vez, suas penas estavam vermelhas e contou histórias de desertos incendiados pelo sol.
Era grande a felicidade quando eles estavam juntos.

Mas, sempre chegava a hora do pássaro partir...
A menina chorava e implorava:
- Por favor, não vá. Terei saudades, vou chorar.
- Eu também terei saudades - dizia o pássaro - mas vou lhe contar um segredo!
Eu só sou encantado por causa da saudade.
É ela que faz com que minhas penas fiquem bonitas... senão você deixará de me amar.
E partiu. A menina, sozinha, chorava.
Uma certa noite ela teve uma ideia: e se o pássaro não partir?
Seremos felizes para sempre!
Para ele ficar, basta que eu o prenda numa gaiola.
E assim o fez.
A menina comprou uma gaiola de prata, a mais linda que encontrou.
Quando o pássaro voltou, eles se abraçaram, ele contou histórias e adormeceu.
A menina aproveitou o seu sono e o engaiolou.
Quando o pássaro acordou deu um grito de dor.
- Ah ! O que você fez? Quebrou o encanto. Minhas penas ficarão feias e eu me esquecerei das histórias. Sem a saudade, o amor irá embora...

A menina não acreditou... achou que ele se acostumaria.
Mas, não foi isso o que aconteceu.
Caíram as plumas e as penas transformaram-se em um cinzento triste.
Não era mais aquele o pássaro que ela tanto amava...
Até que ela não agüentou mais e abriu a porta da gaiola.
- Pode ir, pássaro - disse - volte quando você quiser...
- Obrigado - disse o pássaro - irei e voltarei quando ficar encantado de novo.
Você sabe, ficarei encantado de novo quando a saudade voltar dentro de mim e dentro de você.
Quantas vezes aprisionamos a quem amamos, pensando que estamos fazendo o melhor?
Pense... deixar livre é uma forma singela de ter...
Direcione o seu amor não para a prisão e sim para a conquista, sempre.




O sobrevivente

O sobrevivente

Após um naufrágio, o único sobrevivente agradeceu a Deus por estar vivo e ter conseguido se agarrar a parte dos destroços para poder ficar boiando.

Este único sobrevivente foi parar em uma pequena ilha desabitada e fora de qualquer rota de navegação.

Com muita dificuldade e restos dos destroços, ele conseguiu montar um pequeno abrigo para que pudesse se proteger do sol, da chuva, de animais, e para guardar seus poucos pertences. Novamente agradeceu.

Nos dias seguintes a cada alimento que conseguia caçar ou colher, ele agradecia.

No entanto um dia quando voltava da busca por alimentos, ele encontrou o seu abrigo em chamas, envolto em altas nuvens de fumaça. Terrivelmente desesperado ele se revoltou.

Gritava chorando:”O pior aconteceu! Perdi tudo! Deus, por que fizestes isso comigo?”

Chorou tanto , que adormeceu, profundamente cansado. No dia seguinte bem cedo, foi despertado pelo som de um navio que se aproximava.

“Viemos resgatá-lo”-disseram.
“Como souberam que eu estava aqui?”-perguntou ele.
“Nós vimos o seu sinal de fumaça!”

É comum sentirmo-nos desencorajados e até desesperados quando as coisas vão mal. Mas Deus age em nosso benefício, mesmo nos momentos de dor e sofrimento.

Lembre-se:
Se algum dia o seu único abrigo estiver em chamas, esse pode ser o sinal de fumaça que fará chegar até você à Graça Divina.
Para cada pensamento negativo nosso, Deus tem uma resposta positiva.


Novo Rumo

Novo Rumo
Um pássaro fez seu ninho, dentro de uma escola.
E participou ativamente de tudo o que lá se realizava.

Acompanhou pacientemente a aprendizagem dos pássaros novos,
dos pássaros que já estavam aprendendo e dos mestres dos pássaros, que tanto se dedicavam.
Planejando e se empenhando para enriquecer o saber dos seus pupilos.


O tempo foi passando...
Os pássaros novos cresceram, voaram e encontraram seus horizontes.

Os mestres ficaram mais sábios.
E o pássaro feliz pela missão cumprida, surpreso... viu seu ninho ser desfeito, pela ação do tempo.
Então, com uma dor imensa n'alma, bateu asas e voou buscando um novo rumo.
Feliz! E triste!

A escola permanece
Certamente mudada pelo empenho de todos.
Novos pássaros entrarão e sairão. O pássaro? Voa e busca...
Um novo caminho!

E leva consigo
este universo colorido,
dentro do pensamento
e no fundo do coração!


A Loja de Deus

A Loja de Deus
Certo dia uma moça entra na loja de Deus, e vê um Anjo no balcão.
Maravilhada,pergunta:
- Santo Anjo do Senhor,o que vendes?
- Todos os dons de Deus, ele respondeu.
- Custam muito? perguntou.
- São todos de graça, disse.
A moça contemplou a loja e viu jarros de sabedoria, vidros de fé, pacotes de
esperança, caixinhas de salvação, potes de amor.
Tomou coragem e pediu:
- Por favor, santo anjo, quero muito amor, todo o perdão, um vidro de fé, bastante felicidade e salvação para mim e para toda a minha família.
Então, o Anjo preparou um pacotinho, tão pequeno que cabia na palma da mão.
Surpresa, a moça pergunta:
- Mas... como é possível estar tudo aqui?
Ele responde: - Minha querida irmã, na loja de Deus não vendemos frutos.
Apenas sementes!


É preciso ir além da obrigação


É preciso ir além da obrigação

Um homem foi chamado à praia para pintar um barco. Trouxe tinta e pincéis e começou a pintar o barco de um vermelho brilhante, como fora contratado para fazer.

Enquanto pintava, notou que a tinta passava pelo fundo do barco. Procurou e descobriu que a causa do vazamento era um buraco e consertou-o. Quando terminou a pintura, recebeu o seu dinheiro e foi embora.
No dia seguinte, o proprietário do barco procurou o pintor e entregou-lhe um cheque de grande valor. O pintor ficou admirado e disse: - O senhor já me pagou pela pintura do barco.
- Mas isto não é pelo trabalho de pintura - disse o homem - é por ter consertado o vazamento do barco.
- Foi um serviço tão pequeno que não quis cobrar. - acrescentou o pintor - Certamente o senhor não está a pagar-me uma quantia tão alta por algo tão insignificante!
- Meu caro amigo, não compreendeu. - disse o proprietário do barco - Deixe-me contar o que aconteceu.
Quando lhe pedi que pintasse o barco, esqueci de mencionar o vazamento. Quando o barco secou, os meus filhos saíram para uma pescaria. Eu não estava em casa naquele momento. Quando voltei e notei que haviam saído com o barco, fiquei desesperado, pois lembrei que o barco tinha um furo. Rezei, chorei, estava arrasado!
Grande foi o meu alívio e alegria quando os vi voltarem, sãos e salvos. Então, examinei o barco e constatei que tinha sido consertado. Percebe, agora, o que fez? Salvou a vida dos meus filhos! Não tenho dinheiro suficiente para pagar pela sua "pequena" grande ação...
Se na nossa ação diária fizermos como aquele pintor, certamente o mundo pode ser diferente. Muitas vezes limitamos as nossas ações apenas à obrigação. Fazer o que nos compete, com disposição e zelo, é apenas cumprir um dever. Analise sempre muito bem uma situação e veja se é preciso que faça algo além do seu dever, um "algo mais", sem que ninguém peça.

Perfeição é conseguida, não quando não há mais nada a acrescentar, mas sim quando não há mais nada a retirar .

Antoine de Saint Exupery

A Mão de Deus

Um homem saiu em uma viagem de avião, era fervoroso de Deus e sabia que Ele o protegeria durante o percurso.
Quando voavam sobre o mar, um dos motores falhou e o avião se precipitou no oceano.
Quase todos os passageiros morreram, mas o homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservava acima da água. Ficou boiando à deriva muito tempo, até que chegou a uma ilha deserta.
Ao chegar a praia, cansado, porém vivo agradeceu a Deus, por este livramento maravilhoso da morte.
Ele conseguiu alimentar-se de peixes e ervas, conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço construir uma pequena cabana, não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, de paus e folhas, porém significava proteção. Ficou todo satisfeito e novamente agradeceu a Deus, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que talvez pudessem existir na ilha.
Um dia, estava pescando e tinha apanhado muitos peixes, assim com comida suficiente estava feliz, e ao voltar para sua casa, qual tamanha não foi a sua decepção, ao ver ela toda incendiada.
Sentou-se em uma pedra e diz aos prantos:
"Meu Deus, como podes deixar que isto aconteça comigo?
Sabes que preciso muito desta casa, para poder-me abrigar e proteger.
Como podes deixar que ela se queime?
Meu Deus, não tens compaixão de mim?"
Nesse momento uma mão lhe tocou seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo:
"Vamos rapaz!"
Ele se virou, e qual não foi sua surpresa quando viu a sua frente um marinheiro todo fardado dizendo:
"Vamos rapaz! Viemos te buscar."
"Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?"
"Ora amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro e o capitão ordenou vir lhe buscar naquele barco ali adiante.
Todos foram para o barco e assim o homem pode voltar para seu lar e seres queridos.


As Dádivas de Deus

... E era manhã quando Deus parou diante de suas doze crianças e em cada uma delas plantou a semente da vida humana. Uma por uma, dirigiram-se a Ele para receber sua dádiva.



"Para você, Áries, dou minha primeira semente, a qual você terá a honra de plantar. E, para cada semente plantada, um milhão de novas sementes se multiplicarão em suas mãos. Você não terá tempo para vê-las crescerem, pois tudo que plantar criará mais sementes para serem plantadas. Você será o primeiro a penetrar no solo da mente dos homens com minha idéia. Mas não é seu trabalho alimentar a idéia nem questioná-la. Sua vida é ação e a única ação que atribuo a você é começar a tornar os homens cientes de minha criação. Para que seja um bom trabalho te dou a virtude do Auto-respeito."
Em silêncio, Áries voltou ao seu lugar.

"Para você, Touro, dou o poder de fazer da semente a substância. Seu trabalho é grande, requerendo paciência, pois você precisa terminar tudo o que foi começado ou as sementes serão perdidas ao vento. Você não questionará ou mudará de idéia no meio do caminho, nem dependerá de outros para fazer o que pedi. Para isso lhe dou a dádiva da Força. Use-a com sabedoria."
E Touro voltou ao seu lugar.

"Para você, Gêmeos, dou as perguntas sem respostas, para que possa trazer a todos a compreensão do que o homem vê ao seu redor. Você nunca saberá porque os homens falam ou ouvem, mas em sua procura pela resposta encontraram minha dádiva do Conhecimento."
E Gêmeos voltou ao seu lugar.
"Para você, Câncer, atribuo a tarefa de ensinar aos homens sobre a emoção. Minha idéia é você causar-lhes risos e lágrimas para que tudo o que vêem e pensem se desenvolva com plenitude interior. Para isso dou-lhe a dádiva da Família, para que sua plenitude possa se multiplicar."
E Câncer voltou ao seu lugar.
orkut e hi5, Cute, criança, gato, balanço, fofinhos
"Para você, Leão, dou o trabalho de mostrar minha criação para o mundo em todo seu esplendor. Mas você precisa tomar cuidado com o orgulho e sempre se lembrar de que é minha criação, não sua. Pois se você se esquecer disto, os homens irão desprezá-lo. Há muita alegria no trabalho que te dou, se ele for bem feito. Para isso você terá a dádiva da Honra."
E Leão voltou ao seu lugar.
"Para você, Virgem, peço uma análise de tudo que o homem tem feito com minha criação. Você examinará seus caminhos minuciosamente e os lembrará de seus erros, para que através de você minha criação possa ser aperfeiçoada. Para isto dou-lhe a dádiva da Pureza de Pensamento."

E Virgem voltou ao seu lugar.
"Para você, Libra, dou a missão de servir, pois o homem deve estar ciente de seu serviço para com os outros. E que ele possa aprender a cooperar, bem como ter a habilidade de refletir o outro lado de suas ações. Eu colocarei você em todo lugar onde haja discórdia e pelos seus esforços lhe darei a dádiva do Amor."
E Libra voltou ao seu lugar.
"Para você, Escorpião, dou uma tarefa muito difícil. Você terá a habilidade de conhecer a mente dos homens mas não permito a você que fale sobre o que aprender. Muitas vezes você será magoado pelo que vê e em sua dor você se afastará de mim, e se esquecerá de que não sou eu, mas a perversão de minha idéia que está causando a sua dor. Você terá tanto do homem, que chegará a conhecê-lo como animal, e lutará tanto com seu instinto animal dentro de si, que perderá seu caminho; mas quando você finalmente voltar a mim, Escorpião, terei para você a suprema dádiva do Propósito."
E Escorpião voltou ao seu lugar.

"Sagitário, eu peço a você para fazer os homens rirem, pois no meio das incompreensões de minha idéia eles se tornaram amargos. Através do riso você dará esperança ao homem e através da esperança voltarão seus olhos para mim. Você tocará muitas vidas, mesmo que só por um momento e conhecerá a impaciência em cada vida que tocar. Para você, Sagitário, eu dou a dádiva da Abundância Infinita que você deve espalhar generosidade suficiente para penetrar cada canto de escuridão e torná-lo iluminado."
E Sagitário voltou ao seu lugar.
"De você, Capricórnio, peço o suor de seu rosto, para que possa ensinar os homens a trabalhar. Sua tarefa não é fácil pois você sentirá o trabalho de todos os homens sobre seus ombros; mas para a superação de seus fardos ponho a Responsabilidade do homem em suas mãos."

E Capricórnio voltou ao seu lugar.
"Para você, Aquário, dou o conceito do futuro para que o homem possa ver outras possibilidades. Você terá a dor da solidão, pois eu não lhe permito personalizar meu amor. Mas para abrir os olhos do homem para novas possibilidades, eu lhe dou a dádiva da Liberdade, para que em sua liberdade possa continuar a servir a humanidade onde quer que seja necessário."
E Aquário voltou ao seu lugar.
"Para você, Peixes, dou a tarefa mais difícil de todas. Peço-lhe para reunir todas as tristezas do homem e voltá-las para mim. Suas lágrimas serão minhas lágrimas. A tristeza que você incorporará é o efeito da incompreensão do homem à minha idéia, mas você lhe dará compaixão para que ele possa tentar novamente. Para essa tarefa, a mais difícil de todas, dou a você a maior dádiva. Você será a única de minhas doze crianças a Me Compreender. Mas esta dádiva de compreensão é para você, Peixes, pois quando você tentar difundi-la ao homem ele não ouvirá."
E Peixes voltou ao seu lugar.

... Então Deus disse: "Cada um de vocês tem uma parte de minha idéia. Vocês não podem confundir nenhuma parte de minha idéia nem devem desejar trocá-las entre si. Pois cada um de vocês é perfeito, mas vocês não saberão disto até que todos os doze sejam um. Pois então o todo da minha idéia será revelada a cada um."
E as crianças saíram, cada uma determinada a fazer seu trabalho o melhor possível, para que pudessem receber sua dádiva. Mas nenhuma compreendeu inteiramente sua tarefa ou sua dádiva e quando voltaram confusas Deus disse: "Cada uma de vocês acredita que as dádivas dos outros são melhores. Portanto, permitirei que vocês as troquem". Naquele momento cada criança ficou exultante ao considerar todas as possibilidades de sua nova missão.

Mas Deus sorriu quando disse: "Vocês voltarão a mim muitas vezes pedindo para serem dispensados de sua missão, e cada vez eu concederei a vocês seus desejos. Vocês irão por incontáveis encarnações antes de completarem a missão original que lhes determinei. Eu lhes dou um tempo incontável para fazê-la, mas somente quando ela estiver feita, vocês poderão estar comigo".









Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO AO BLOG

"Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria aceso o sentimento de amor à vida dos seres humanos.

A consciência de aprender tudo o que nos foi ensinado pelo tempo afora.

Lembraria os erros que foram cometidos, como sinais para que não mais se repetissem.
A capacidade de escolher novos rumos.

Deixaria para você, se pudesse, o respeito aquilo que é indispensável: além do pão, o trabalho e a ação.

E, quando tudo mais faltasse, para você eu deixaria, se pudesse, um segredo. O de buscar no interior de si mesmo a resposta para encontrar a saída."

Mahatma Ghandi

Sem sabedoria e conhecimento não se chega a lugar algum

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Só Deus pode criar
Mas você pode valorizar o que Ele criou
Só Deus pode dar a fé
Mas você pode dar o seu testemunho
Só Deus pode dar o amor
Mas você pode ensinar amar
Só Deus pode dar a alegria
Mas você pode sorrir à todos
Só Deus pode dar a força
Mas você pode apoiar à quem desanimou
Só Deus é a luz
Mas você pode fazê-la brilhar aos olhos dos seus irmãos.
Só Deus é o caminho
Mas você pode indicá-lo aos outros
Só Deus é a vida
Mas você pode restituir aos outros o desejo de viver
Só Deus pode fazer milagres
Mas você pode ser aquele que trouxe os cinco pães e os dois peixes
Só Deus pode fazer o que parece impossível…
Mas você pode fazer o possível
Só Deus se basta à si mesmo, Mas ele preferiu contar com você.
Sejam bem vindos!
DEUS lhes abençoe…

"Eu segurei muitas coisas em minhas mãos, e eu perdi tudo; mas tudo que que eu coloquei nas
mãos de Deus eu ainda possuo."